MEC quer participação das universidades no Enem

Edital vai reunir contribuição de especialistas de instituições de ensino superior na elaboração de banco de questões para o exame

por João Campos – da Agência UnB (24.fev.2011)

O Ministério da Educação quer a participação das universidades na elaboração das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em reunião com reitores das universidades federais nesta quinta-feira, 24 de fevereiro, a presidente do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais (Inep), Malvina Tuttman, anunciou o lançamento de um edital para reunir especialistas que contribuam com a construção de um banco de questões para as futuras edições da prova.

Hoje, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – que usa a nota do Enem como única fase do processo seletivo de candidatos ao ensino superior público – é usado por 83 instituições, num total de 83.125 vagas. Apesar das polêmicas que envolveram falhas e vazamento de informações em edições passadas do exame, Malvina reforça a importância de expandir a prova. “O Enem foi usado nos últimos dois anos como projeto piloto, ao avaliarmos o impacto, ao montarmos uma proposta de ampliação”.

O edital, que deve ser lançado em breve, faz parte do plano do governo federal para a reformulação no Enem, que pode incluir duas provas por ano. Malvina reforçou que, apesar das polêmicas, os números mostram o crescimento do exame na educação brasileira. “O número de candidatos, 4 milhões na última edição, e de instituições que aderiram ao exame de forma única ou parcial ampliou”, destaca. “Nesse sentido, a credibilidade da prova não foi afetada”.

O vice-presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), professor João Luiz Martins, elogiou a iniciativa do Inep de buscar a aproximação com as universidades. “Hoje o Enem é uma ferramenta importante no sistema federal para ampliar ao acesso ao ensino superior”, disse. “Envolver as universidades na elaboração pode qualificar o teste e abrir portas para outras parcerias”, completou o reitor da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

NOTAS PÚBLICAS – Além do debate sobre o Enem, os reitores anunciaram a publicação de duas notas da Andifes durante a reunião desta quinta-feira. Uma sobre o orçamento das universidades em 2011 e outra sobre a criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). “Há preocupações sobre possíveis cortes no financiamento e a contratação de professores substitutos para o Reuni”, contou o reitor em exercício da Universidade de Brasília, professor João Batista de Sousa.

A Andifes também quer mais esclarecimentos sobre a MP 520/10, que cria a Ebserh. Segundo dirigentes da entidade, que ainda não construiu consenso sobre a criação da empresa, faltam detalhes a respeito da questão da autonomia das universidades sobre os hospitais, o financiamento e o destino dos atuais funcionários das unidades, caso a criação seja aprovada no Congresso. “Não abrimos mão da autonomia sobre a administração dos hospitais”, afirmou o presidente da Associação, Edward Madureira.

uer participação das universidades no Enem PDF E-mail
Sex, 25 de Fevereiro de 2011 04:06

O Ministério da Educação quer a participação das universidades na elaboração das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em reunião com reitores das universidades federais nesta quinta-feira, 24 de fevereiro, a presidente do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais (Inep), Malvina Tuttman, anunciou o lançamento de um edital para reunir especialistas que contribuam com a construção de um banco de questões para as futuras edições da prova.


Hoje, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – que usa a nota do Enem como única fase do processo seletivo de candidatos ao ensino superior público – é usado por 83 instituições, num total de 83.125 vagas. Apesar das polêmicas que envolveram falhas e vazamento de informações em edições passadas do exame, Malvina reforça a importância de expandir a prova. “O Enem foi usado nos últimos dois anos como projeto piloto, ao avaliarmos o impacto, ao montarmos uma proposta de ampliação”.

O edital, que deve ser lançado em breve, faz parte do plano do governo federal para a reformulação no Enem, que pode incluir duas provas por ano. Malvina reforçou que, apesar das polêmicas, os números mostram o crescimento do exame na educação brasileira. “O número de candidatos, 4 milhões na última edição, e de instituições que aderiram ao exame de forma única ou parcial ampliou”, destaca. “Nesse sentido, a credibilidade da prova não foi afetada”.

O vice-presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), professor João Luiz Martins, elogiou a iniciativa do Inep de buscar a aproximação com as universidades. “Hoje o Enem é uma ferramenta importante no sistema federal para ampliar ao acesso ao ensino superior”, disse. “Envolver as universidades na elaboração pode qualificar o teste e abrir portas para outras parcerias”, completou o reitor da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

NOTAS PÚBLICAS – Além do debate sobre o Enem, os reitores anunciaram a publicação de duas notas da Andifes durante a reunião desta quinta-feira. Uma sobre o orçamento das universidades em 2011 e outra sobre a criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). “Há preocupações sobre possíveis cortes no financiamento e a contratação de professores substitutos para o Reuni”, contou o reitor em exercício da Universidade de Brasília, professor João Batista de Sousa.

A Andifes também quer mais esclarecimentos sobre a MP 520/10, que cria a Ebserh. Segundo dirigentes da entidade, que ainda não construiu consenso sobre a criação da empresa, faltam detalhes a respeito da questão da autonomia das universidades sobre os hospitais, o financiamento e o destino dos atuais funcionários das unidades, caso a criação seja aprovada no Congresso. “Não abrimos mão da autonomia sobre a administração dos hospitais”, afirmou o presidente da Associação, Edward Madureira.

UnB Agência

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: