Pressão “abre” comissão de graduação da USP Leste

Reunião que votará por mudanças no oferecimento de vagas será aberta a todos os alunos e professores

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo

A reunião da Comissão de Graduação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (Each/USP Leste) que decide sobre o remanejamento de vagas será aberta à comunidade universitária. Os eventos deliberativos tanto desta quanto de outras unidades e da reitoria da USP costumam ocorrer a portas fechadas, mas com a pressão popular após a divulgação do relatório que pede o fechamento de 330 das 1.020 vagas oferecidas atualmente, a direção cedeu e abriu a votação que ocorre nesta quinta-feira.

Para adiantar a posição em relação ao curso de Obstetrícia – que seria o mais afetado se o relatório encabeçado pelo ex-reitor Adolpho Melfi fosse integralmente acatado – foi feita uma reunião preliminar nesta terça. Em comunicado, a presidente da Comissão de Graduação, Mônica Sanches Yassuda, diz que foram decididos três pontos: “1- Permanência do Curso de Obstetrícia na Each; 2 – Permanência do curso no vestibular 2012; 3 Manutenção do Projeto Político Pedagógico em vigor e do nome do curso”.

A aluna Flavia Estevan, disse que foi gratificante conseguir este apoio após as mobilizações. “Envolvemos tanta gente, que dentro da universidade ninguém mais fala nada contra o curso. Foi bom ver isso”, comentou.

Vagas por curso serão discutidas

A questão da quantidade de vagas para cada um dos 10 cursos atuais e para os dois novos já aprovados – mídias digitais e design de serviços – será votada na parte da manhã. Alunos, professores e funcionários interessados em falar terão direito a se inscrever e dar suas opiniões na primeira hora, depois assistirão apenas como ouvintes.

Na segunda-feira, o diretor da unidade, Jorge Boueri, disse que não haverá redução de vagas a uma comissão de deputados que visitou a USP Leste. O relatório feito a pedido da direção e revelado pelo iG, previa os seguintes cortes:

Cursos existentes vagas atuais corte de vagas como ficaria
Ciências da Atividade Física 60 30 30
Gestão Ambiental 120 40 80
Gerontologia 60 10 50
Gestão de Políticas Públicas 120 20 100
Licenciatura de Ciências da Natureza 120 80 40
Lazer e Turismo 120 20 100*
Marketing 120 20 100
Obstetrícia 60 60 0**
Sistema de Informação 180 30 150
Têxtil e Moda 60 20 40
Total 1.020 330 690
Novos cursos
Mídias Digitais 30
Design de Serviços 30
** curso se fundiria com o de enfermagem; *se a baixa procura persistir, uma turma seria extinta e mais 50 vagas seriam cortadas.

À tarde

A presidente da Comissão de Graduação disse que no período da tarde a reunião será fechada por tratar de assuntos que não são públicos. “Depois, faremos uma reunião no formato normal para discutirmos nossas questões usuais, que podem envolver inclusive nomes de alunos”, explicou.

O diretor do Diretório Central Acadêmico da USP, Thiago Aguiar, comemorou parcialmente a abertura. “Foi uma conquista sim, mas isso deveria ser comum, não podemos nos acostumar com esta postura da universidade de tomar decisões às escondidas.”

 

 

 


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: